Destaques

II Conferência do CAU/BR discute a atuação social dos arquitetos e urbanistas

Evento ocorrerá no Rio de Janeiro de 7 a 10 de outubro de 2017

A atuação social dos arquitetos e urbanistas será tema de debate na II Conferência Nacional de Arquitetura e Urbanismo, que o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil promoverá de 7 a 10 de outubro no Rio de Janeiro. O painel “Arquitetura e Urbanismo para Todos/Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social” reunirá como debatedores os arquitetos e urbanistas Demetre Anastassakis,  Jorge Mário Jauregui e Gilson Paranhos, que têm se destacado pela qualidade de seus trabalhos com conjuntos habitacionais, urbanização de favelas, regularização fundiária e assistência técnica gratuita para reforma e construção de moradias populares.

O tema da II Conferência Nacional de Arquitetura e Urbanismo é “Todos os Mundos – Rumo a UIA.2020.RIO”, em referência ao 27º Congresso Mundial de Arquitetos, que acontecerá no Rio de Janeiro em 2020, e terá como lema “Todos os mundos. Um só mundo. Arquitetura 21”. Promovido pela União Internacional dos Arquitetos (UIA), o evento mundial é organizado pelo IAB com apoio do CAU e demais entidades de Arquitetura e Urbanismo do país. Saiba mais aqui.

Outro destaque da conferência são as palestras magnas a serem dadas pelos arquitetos e urbanistas Paulo Mendes da Rocha, Jaime Lerner e Índio da Costa. Mendes da Rocha ganhou o Prêmio Priztker (2006), a Medalha de Ouro do Instituto Real Britânico de Arquiteto (RIBA) e o Leão de Ouro da Bienal de Arquitetura de Veneza (2016). Jaime Lerner, ex-presidente da União Internacional de Arquitetos (UIA), fez de Curitiba referência nacional e internacional em planejamento urbano e mobilidade. Índio da Costa, autor do projeto de revitalização do Pier Mauá, no Rio de Janeiro, recebeu vários prêmios, como a Comenda Oscar Niemeyer, outorgada pelo Conselho Superior do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB).

As conclusões da Conferência têm caráter de recomendação ao CAU/BR e aos CAU/UF e ao 27º Congresso Mundial de Arquitetos. 

O evento terá ainda mais três blocos distintos. Um dos blocos reúne quatro mesas redondas. Outro bloco, coordenado pelas comissões ordinárias e com a participação transversal das comissões especiais do CAU/BR, objetivará debater o percurso do CAU – da fundação aos desafios do futuro.  O último, coordenado pelo Colégio das Entidades Nacionais dos Arquitetos e Urbanistas (CEAU/BR) , discutirá o futuro do ensino e do exercício profissional da Arquitetura e Urbanismo. Com o tema “Arquitetura e Urbanismo como aprendizagem intercultural”. 

O EVENTO TERÁ TRANSMISSÃO AO VIVO PELO SITE DO CAU/BR

Em razão das Eleições do CAU 2017, a Comissão Eleitoral Nacional, por meio da Deliberação 23/2017, não autorizou a participação de candidatos como conferencistas, debatedores ou mediadores na II Conferência Nacional de Arquitetura e Urbanismo pelo CAU/BR, em atendimento aos incisos I, II, IV e V do art. 44 do Regulamento Eleitoral, bem como vedou a divulgação e/ou publicação de nome ou imagem de candidatos. Também foi orientado à organização do evento que na abertura de cada sessão seja dado o informe de impedimento de utilização do espaço da Conferência para propaganda eleitoral.

 

RIO.2020

O 27ª Congresso Mundial de Arquitetos – RIO.2020 – “Todos os mundos. Um só mundo. Arquitetura 21”, da União Internacional dos Arquitetos (UIA), coincidirá com o décimo ano de criação do CAU/BR, os 60 anos da fundação de Brasília e a véspera do centenário do IAB. O tema proposto para o 27º Congresso está centrado no papel da Arquitetura frente a realidade urbana do mundo contemporâneo, onde se expressam a diversidade e a multiplicidade das formas urbanas e dos mundos de produção das cidades.

A UIA é a organização que reúne as associações profissionais de arquitetos de mais de 130 países. Fundada em 1948, ela representa aproximadamente 1.500.000 arquitetos e urbanistas. O 26º Congresso ocorrerá no início do próximo mês de setembro em Seul, na Coréia, e os dois anteriores foram realizados em Durban e em Tóquio, sempre com a presença de cerca de 15 mil arquitetos e urbanistas de todo o mundo.

Desde 1969, quando Buenos Aires foi a sede do 10º Congresso, a América do Sul não hospedava um evento mundial da UIA.

 

I CONFERÊNCIA NACIONAL DE ARQUITETURA E URBANISMO

Em 2014, foi realizada em Fortaleza (CE) a I Conferência Nacional de Arquitetura e Urbanismo, com a presença de mais de 600 arquitetos e urbanistas e estudantes. O evento durou três dias e teve como resultado a proposição de 27 diretrizes para as ações do CAU/BR e dos CAU/UF nos anos seguintes. Veja aqui

Essas diretrizes ajudaram a impulsionar diversas ações em todo o Brasil. Por exemplo, a proposta de “estudar metodologias ou ações que ajudem a sociedade a expressar suas dificuldades, anseios e expectativas em relação à construção das cidades” foi cumprida com a realização da Pesquisa CAU/BR-Datafolha, que entrevistou mais de 2.000 pessoas em todo o Brasil (leia aqui). Já a sugestão de “buscar estreitar os laços com o Ministério da Educação (MEC) e entidades de Arquitetura e  Urbanismo objetivando garantir a qualidade do ensino e a aplicação da legislação educacional” foi efetivada com a assinatura do Acordo de Cooperação com o MEC (leia aqui).

A proposta de repudiar o Regime Diferenciado de Contratações (RDC), que permite a contratação de obras públicas a partir somente de um anteprojeto, vem sendo contemplada por meio de uma série de ações em favor da revisão da Lei de Licitações. O CEAU (Colegiado das Entidades Nacionais dos Arquitetos e Urbanistas do CAU/BR) defende a criação de uma lei específica para aquisição de projetos arquitetônicos e de obras públicas. O Colegiado é formado pelo IAB, a FNA, a AsBEA, a ABEA, a ABAP e a FeNEA.  Leia aqui matéria sobre debate realizado na Câmara dos Deputados a respeito.

“Conscientizar os arquitetos e urbanistas sobre as necessidades de adotar posturas e práticas mais inclusivas e participativas no contexto político local e nacional” é uma diretrizes que vem sendo seguida com diversas ações de estímulo à Assistência Técnica para Habitação Social, como seminários em todo o país e o lançamento de editais para apoiar ações desse tipo (leia aqui).

 

Fonte: CAU/BR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS

CINPAR 2024: arquitetos(as) e urbanistas registrados(as) no Conselho tem DESCONTO em inscrições.

CAU na Estrada em SOBRAL: dias 20 e 21 de fevereiro.

Transparência: CAU/CE envia ofício aos munícipios do estado solicitando transparência nos eventos com estruturas temporárias.

Skip to content