AU

Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Ceará visita Juazeiro do Norte

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Ceará (CAU/CE) estará em Juazeiro do Norte nos dias 2 e 3 de junho. Os representantes da entidade – Odilo Almeida Filho, presidente do CAU/CE, e Delberg Ponce de Leon, vice-presidente do CAU/CE – pretendem estabelecer contato com profissionais e estudantes de Arquitetura e Urbanismo da região do Cariri a fim de promover um diálogo efetivo com a sociedade. Haverá ainda roteiro de fiscalização de obras, realizado pelo analista agente de fiscalização do CAU/CE, Erick Rolim.

Um dos objetivos da visita é atualizar os arquitetos e estudantes acerca da legislação que regula o exercício profissional. Além disso, busca-se integrar as ações do Conselho, das demais entidades de Arquitetura e Urbanismo e das Instituições de Ensino Superior, no sentido de promover a valorização da Arquitetura e uma melhor compreensão da profissão pela sociedade. Por isso, na programação, há reuniões com a categoria e os futuros profissionais.

A viagem também inclui audiência com prefeito Raimundo Antônio de Macêdo, quando o CAU/CE deseja tratar da urgente necessidade de se dar um novo rumo ao desenvolvimento urbano das cidades cearenses, que estão crescendo bastante desordenadamente, em razão da falta de planejamento. Por isso, seria de interesse do Conselho estabelecer um convênio de cooperação com a Prefeitura no sentido de facilitar ações que possam garantir, por exemplo, mais arquitetos e urbanistas no interior.

De acordo com Odilo Almeida Filho, é um momento para pensar políticas de planejamento urbano, de mobilidade, de patrimônio histórico. “Precisamos despertar a consciência sobre a importância do desenvolvimento urbano, fazendo com que essa pauta seja incorporada ao debate eleitoral e, depois, às ações de governo”, explica o presidente do CAU/CE.

Para ele, cidades bem planejadas proporcionam mais bem-estar, mais saúde, mais segurança, resultando em mais felicidade para seus habitantes. Além de produzirem maiores oportunidades de negócios, pois elas se tornam, cada vez mais, polos atrativos de investimentos. O presidente do CAU/CE ressalta ainda que há um custo bem mais elevado para reformar uma cidade caso não tenha havido planejamento.

“Esperamos que o processo eleitoral seja um momento de reflexão acerca das condições urbanas. Queremos trazer essa mensagem – e enfatizá-la – para que os candidatos incorporem em seus programas de governo políticas ligadas a saneamento, programas habitacionais, programas de arborização urbana, construção de parques, praças, jardins, bibliotecas públicas, ou seja, programas que façam as pessoas saírem de casa e se encontrarem nas ruas, nos espaços públicos”, afirma Odilo Almeida.

Uma resposta

  1. O papel do arquiteto, a respeito das questões públicas da cidade, é de importância incontestável e muito bem vindo, já que os caminhos pelos quais percorre são de interesse intrínseco ao desenvolvimento da cidade e demonstram que a preocupação com soluções para a sociedade ainda é assunto pertinente e que representa o foco principal no estabelecimento de sua ocupação. Como estudante de Arquitetura e aficionado em questões de interesse coletivo, sinto-me grato pela disposição a que tem a Arquitetura e as oportunidades esboçadas além das pranchetas, acreditando que o futuro da profissão ainda tem muito a oferecer em recursos que viabilizem o contato mais direto com a população urbana e a tomada de decisões para com as necessidades da mesma, como forma de indicar mais representatividade dos arquitetos e urbanistas em virtude de uma melhor visão das futuras gerações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso gratuito da ABNT no CAU/CE

Arquiteto(a) e Urbanista deve fazer RRT ao realizar atividades técnicas de Arquitetura e Urbanismo

Chamamento Público: CAU/CE busca parcerias para a EXPOCONSTRUIR Nordeste 2024

Skip to content